Fortalecendo Cristãos no Mundo Mulçulmano

Pedidos de Oração

Cristãos se reúnem de maneira secreta

Região: Ásia Central

O termo "Igreja secreta" sugere imagens de grupos de cristãos reunidos em casas, em ambientes escuros, que chamem pouca ou nenhuma atenção de quem está do lado de fora. Mas, feche os olhos e tente imaginar o seguinte: o cheiro de café em grão, uma luz amarelada, e o murmúrio suave e constante de conversas amigáveis. Abra os olhos. Você está em um Café em uma cidade grande da Ásia Central, onde as pessoas costumam ir ao final do seu dia de trabalho. Um colaborador da Portas Abertas teve a oportunidade de ir a esse Café: “Olhei para a esquerda e vi um grupo de pessoas. Eles estavam tendo uma reunião cristã secreta.”

"É melhor nos reunirmos em um local público, como um Café, do que nos encontrarmos secretamente em um apartamento", diz Raikhan*, esposa de um pastor da Igreja secreta. De acordo com a lei religiosa do país, os seguidores de Cristo podem se reunir e realizar suas atividades religiosas apenas em edifícios de igrejas registradas. A obtenção de um prédio e da autorização de funcionamento é quase impossível. Muitos cristãos como Raikhan são forçados a viver na clandestinidade.

"Vizinhos do lugar onde nos reunimos para um culto dominical podem saber quem somos e, por isso, chamar a polícia a qualquer minuto, por isso decidimos nos encontrar para estudos bíblicos em locais públicos. Um Café é ideal. Nós só precisamos seguir algumas pequenas regras para nossa segurança ", continua Raikhan.
"Estamos estudando uma série de lições que exploram o fruto do Espírito Santo, e hoje, pouco antes de você chegar, estávamos discutindo a questão de por que às vezes é um desafio permitir que o Espírito Santo trabalhe em nós e por meio de nós."

Quando os membros dessa igreja secreta oram, eles não fechem os olhos e, durante o estudo das Escrituras, mantêm suas Bíblias escondidas. "Somos forçados a agir desta forma, de modo a não atrair atenção desnecessária", conta Raikhan. "No entanto, estamos felizes e satisfeitos que, juntos, podemos estudar e aprender. E o café e o bolo são muito saborosos!” Depois de intercederem pelas necessidades de cada um, o encontro chega ao fim.
"Muito obrigado por nos visitar e compartilhar seu amor conosco," disse o pastor Ravil*ao colaborador da Portas Abertas que esteve com eles. "Saudações e gratidão a todos aqueles que oram por nós e nos ajudam em nossas necessidades."

*Nomes alterados por motivos de segurança.

Pedidos de oração

  • Ore pelos cristãos secretos da Ásia Central, para que eles consigam se reunir e compartilhar da Palavra de Deus sem precisar temer por sua segurança.
  • Muitos cristãos enfrentam perseguição por sua fé, na maioria das vezes por parte da família e amigos. Peça ao Senhor para que eles encontrem um refúgio em meio às dificuldades.


Baixar em PDF